SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br
25/09/2020 - 13:00

 

A Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Pará (Prodepa) completou 67 anos hoje. Ao invés de festa e comemoração e em respeito ao distanciamento social, fez uma bonita homenagem aos colaboradores que se foram durante a pandemia de Covid-19.

No final da manhã, parte dos funcionários se reuniram na frente do Espaço de Convivência da Empresa, onde foi descerrada uma placa em homenagem a 6 colaboradores que morreram entre março e agosto deste ano, sendo 4 deles, vítimas da Covid-19. Os homenageados foram Antônio Jorge Guimarães Camacho (DTC-Microfilmagem), Alessandro Souza Pereira (CTC-GST), Antônio Elias Vianna Mokarzel (DDS-GTI), Eduardo José Gadelha de Paiva (DAF-DMP), Luiz José De Matos (DAF-DIE) e Rosemeire da Silva Marques (gabinete).
 
Marcos Brandão, presidente da Prodepa, conduziu a homenagem chamando a atenção sobre os enormes desafios que a pandemia impôs a todos. Um dos maiores foi, segundo ele, a perda de familiares, amigos. Brandão ressaltou a memória dos colabores que partiram, ressaltando que a sua dedicação e a história que construíram dentro da empresa não serão jamais esquecidos.
 
“Tivemos muitas perdas aqui na Prodepa, diretamente pelo efeito do vírus e por outros motivos. Essas pessoas nos trazem muitas recordações pelo trabalho que desempenharam e fizemos questão de prestar essa singela homenagem a eles. Uma homenagem simples pela colaboração que deram”, pontuou Brandão, que preside a empresa pela segunda vez.
 
Ele destacou ainda a importância da empresa para o Estado do Pará e para o cidadão por meio dos serviços fundamentais que executa em grande parte dos municípios do Pará, ressaltando o trabalho dos funcionários nesta época de pandemia.
 
“Não podemos esquecer que nessa fase da pandemia tivemos momentos muito importantes e que se traduziram na eficiência do nosso trabalho no que se refere ao controle e transparência das informações sobre a pandemia no Estado através do portal da Covid-19. Esse trabalho muitas vezes nos garantiu destaque nacional perante outras unidades da federação. Foi uma performance muito boa”, destacou.
 
A Prodepa e a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sespa) atuam juntas, desde o final de julho para tornar mais transparentes as informações sobre a pandemia. Os dados são atualizados diariamente no portal Monitoramento COVID-19.
 
A ferramenta traz um quadro com o comparativo de novos infectados pela doença e do número de mortes, levando em consideração não só a data de divulgação dos boletins epidemiológicos, mas também o dia da ocorrência do sintoma ou do óbito, dando sempre uma noção ainda mais real da evolução da pandemia e mostrar a diferença entre cenários desde o mês de março, quando foi confirmado o primeiro caso de infecção no Pará.
 
A Prodepa passou por diversas transformações durante esses anos todos. A tecnologia evoluiu e cada vez mais a empresa se tornou a principal provedora de serviços tecnológicos do Governo do Estado. São 67 anos de avanços tecnológicos, como se verifica no Centro de Memória da Empresa.
 
Foi criada em 1953, no governo Zacarias de Assunção, para ajudar no recolhimento de impostos e contracheques do funcionalismo estadual, além de serviços bancários; emissão de documentos de identificação em apoio a Polícia Civil. Hoje a empresa atua no desenvolvimento de software e sistemas globais que interligaram a governança do Estado, além da criação de sites, aplicativos.
 
E não para por aí, é a principal provedora de Internet do Pará, e de projetos como “Navega Pará”; Construção, reestruturação e ampliação de Infovias (fibra ótica) e Cidades Digitais; microfilmagem (digitalização de documentos). Todo esse processo acontece, com a participação de seus servidores e colaboradores que, capacitados, foram e são peças fundamentais do crescimento tecnológico da empresa.
 
Texto: Andrei Sampaio Soares
Revisão: Luiz Flávio Costa
Foto: Juan Pereira