SEGUP | Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social | www.segup.pa.gov.br
13/12/2021 - 11:30

 

Nesse sábado, 11 de novembro, se comemorou o dia do Engenheiro de Telecomunicações, profissional indispensável para o avanço da transformação digital do Estado e que leva serviços ao cidadão. Na Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa), eles atuam para levar fibra ótica, na construção das infovias e nas cidades digitais. 
Por isso, a Engenharia de Telecomunicações, em conjunto com outras áreas das engenharias, por meio da Prodepa, leva conectividade para 92 dos 144 municípios paraenses, que totalizam 64% das localidades com internet de qualidade no Pará, onde órgãos públicos em todas as esferas. 

Segundo Michelle Iglesias, gerente da Divisão de Cidades Digitais da Prodepa, os engenheiros de Telecomunicações da Empresa atuam para tornar possível a Internet em grandes eventos, como, no Fórum Mundial de Bioeconomia, a 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes e transmissões dos jogos do Campeonato Paraense, na TV Cultura; além de conectar os órgãos estaduais, dar suporte para instituições como o Banpará, e àquelas que atuam no atendimento ao cidadão, como no TerPaz, por exemplo.

“Atuo na Prodepa atendendo clientes para provisão de Internet, sejam eles, individuais, ou, para a conectividade da população, com as hotzones (Pontos de Acesso Livre), e até para eventos do Governo”, pontua. 

A Engenharia das Telecomunicações dentro da Prodepa, entre outras áreas, atua na construção das Infovias,  as vias de comunicação eletrônica que ligam cidades digitais, formando o chamado backbone; responde pelo Sistema ponto multiponto, que traça uma cobertura, a partir de, uma rádio-base (onde está a torre) instalada em uma cidade, num raio de 4Km, para atender os órgãos municipais; pelos links de Internet por fibra ótica; pela Licença diante da Anatel, da Prodepa, para atuar na área de Comunicação e Multimídia; e no projeto WebEscola, com a Seduc, que já leva Internet para as escolas do Estado. 

“Sem este profissional, o sistema de Telecomunicações do Governo do Pará, não chegaria aos municípios em que está presente. Quando me formei há 13 anos atrás, não existiam engenheiros dessa área no Estado. Mas o mercado mudou, quando comecei aqui na Prodepa estávamos em 12 municípios e hoje chegamos a quase 100. Apesar dos desafios e da dimensão continental do Pará, avançamos.”, relata a Gerente Michelle. 

Mulher que vence desafios - A engenheira, que é mestre na área e gerencia uma equipe de sete pessoas, relata o desafio de trabalhar num mercado que é associado ao masculino, mas que vem gradativamente quebrando os paradigmas, com a inserção de mulheres em campo e em cargos de gerência, por ser movida a desafios, Michelle foi para área e trabalha para que mais mulheres tenham as mesmas oportunidades.

“A mulher já nasce com esse desafio de ultrapassar muitas barreiras por ser mulher, por isso, incentivo outras mulheres da minha área, reservando vagas para as que são capacitadas a ocupar essa área.  Afinal, a mulher pode ocupar qualquer lugar.”, conclui a gerente. 

Texto por: Andrei Sampaio Soares
Supervisão: Gabriela Dutra
Foto por: Andrei Sampaio Soares